Blog da Casa das Matryoshkas

Tag Archives: Espírito Santo

Despertando o Sagrado Feminino

Madalenas 08

Minas não tem mar. Mas tem montanhas, serras, cachoeiras e rios. E tem minério, que traz riqueza para o País e para o Estado. Mas existe o homem e  a ambição desmedida. Existe o descaso.

E então a região de MARIANA fica na lama. E a lama inunda o coração de Minas, onde foi o início de tudo. E dói. A lama invade o rio que, curiosamente, tem o nome de DOCE, RIO DOCE. E as águas –  agora sujas de lama – do RIO DOCE, lembrando o sangue, tingem de vermelho as águas – antes azuis – do mar do ESPÍRITO SANTO, cujo nome evoca a imagem da branca pomba e que, para diversas tradições religiosas, estaria relacionado ao aspecto feminino da Trindade, o Sagrado Feminino.

Há uma mensagem codificada e que urge ser desvelada. Foi preciso sangrar a Mãe Terra em MARIANA (Maria de Nazaré, Maria de Magdala e Ana). O sangue de Pachamama tingiu as águas do RIO DOCE e alcançou as águas, antes azuis, do SAGRADO FEMININO, despertando, na dor e na perplexidade, os homens e mulheres de boa vontade que jaziam entorpecidos pela “normose”.

Para que a  profecia seja  cumprida e a cura do Planeta aconteça  a partir do despertar do SAGRADO FEMININO, é hora de arregaçar as mangas e começar o trabalho num plano mais elevado, enquanto nas esferas jurídicas e políticas as questões objetivas são devidamente enfrentadas, no tempo de Cronos.

No plano sutil,  entre as curvas das saias, dos xales e dos mantos, nas rodas de cura, nos círculos sagrados de mulheres, é preciso silenciar a alma para decifrar a mensagem subliminar. E conquistar um novo jeito de olhar para o Planeta, acolhendo e reverenciando a Mãe Terra, a fim de que um novo paradigma se instaure…

Eu sou Heloísa Monteiro, idealizadora e coordenadora da Casa das Matryoshkas (www.casadasmatryoshkas.org.br), espaço holístico localizado em Belo Horizonte e onde acontecem as reuniões  do Círculo Sagrado de Mulheres Encontros com Madalena, do qual sou a guardiã e que integra o projeto do Milionésimo Círculo, de Jean Shinoda Bolen.

E nunca duvide do que um grupo de mulheres conscientes do poder do SAGRADO FEMININO pode fazer…